Manifesto da ASA em Defesa da Democracia Brasileira

O Brasil atravessa, no atual momento, forte crise político-institucional com enormes repercussões no campo econômico e social, o que se materializa no retorno da inflação, na paralisia econômica e aponta para um forte processo de recessão.

A culminância desta crise se manifesta, hoje, na tentativa de processo de impeachment da Presidenta da República Dilma Rousseff, em tramitação no Congresso Nacional, sem que ações levadas a efeito pela Presidenta justifiquem tal medida, fato que se caracteriza como tentativa de Golpe pelos setores conservadores da política nacional capitaneados por Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, e coloca em risco a democracia brasileira e o Estado de Direito.

Crescem na sociedade brasileira manifestações contrárias a esse processo retrógrado e antidemocrático. Neste sentido, a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) vem somar-se às vozes de artistas, juristas, intelectuais, instituições religiosas, organizações e movimentos sindicais e sociais que, historicamente, constroem a DEMOCRACIA E O ESTADO BRASILEIRO DE DIREITO e o faz nos termos em que já se manifestou em documento distribuído na V CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL e, igualmente, nos termos em que se manifestou, juntamente com várias organizações e movimentos sociais, no documento do ATO PÚBLICO EM DEFESA DO SEMIÁRIDO, realizado no dia 17 de novembro em Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), e que reuniu mais de 18 mil pessoas, em defesa das políticas de Convivência com o Semiárido.

Nestas ocasiões, e agora, afirmamos que queremos assegurar a democracia brasileira conquistada pelo povo com muita luta. O Brasil e seu povo não podem ficar à mercê de caprichos e de investidas insanas. As eleições realizadas no ano passado ocorreram num processo democrático aberto e legítimo. Somos pela garantia do Estado de Direito, e assim, contra o impeachment, porque o que queremos é o aprofundamento de nossa democracia,
garantindo que o Estado esteja cada vez mais a serviço de todos e não apenas de alguns.

Ao tempo que denunciamos a tentativa de golpe, reafirmamos que a eleição realizada no ano passado não se configurou para nós como simples eleição de uma pessoa. Escolhemos um Programa de Governo que incluía, explicitamente, as políticas de Convivência com o Semiárido, conquistas do povo do Semiárido e compromisso da Presidenta em continuar sua implementação e de aprofundá-las e ampliá-las.

Por isso, nossa luta pela garantia de que governe quem pelo povo foi eleita, também traz no seu bojo a denúncia e cobrança para que o governo da Presidenta Dilma atenda as pautas de reivindicações das organizações e movimentos sociais como as políticas de Convivência com o Semiárido, o acesso à terra, a assistência técnica, a economia solidária, o direito efetivo à terra e ao território para as comunidades tradicionais, garantia do acesso à água, Bolsa Família e outras políticas que vêm transformando o Semiárido em espaço de vida. Infelizmente essas políticas, a partir do ajuste fiscal, estão sendo cortadas e ou radicalmente diminuídas, o que para nós é inaceitável.

NÃO AO GOLPE. NÃO AO RETROCESSO. NÃO AO AJUSTE FISCAL. POR UM SEMIÁRIDO VIVO,
NENHUM DIREITO A MENOS!

Recife/PE, 10 de dezembro de 2015.
Coordenação Executiva da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA)

Anúncios
Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: